segunda-feira, 10 de junho de 2013

brasília, um dia eu volto

Semana passada fui à Brasília, concorrer ao Prêmio Sebrae de Jornalismo. Fiquei entre os 5 finalistas do prêmio especial do juri, entre mais de mil matérias do país todo. Uma categoria de um puta prêmio em dinheiro, para o melhor dos melhores trabalhos inscritos. Resultado: não ganhei. O cheque, quero dizer. Maaaas, ganhei amigos, uma revista da Tam e uma quantidade razoável de fotos pra postar no facebook.

Do meu lado no voo, iam Carol e Aline, ambas jornalistas aqui de Teresina. Carol eu já conhecia de esbarrar nas pautas da vida, por aí. Sabemos a dor e a delícia de trabalhar com revista. Aline eu nunca tinha visto, mas quando o avião decolou já estávamos falando de nossas preferência no cinema, na tv e na cozinha.


delegação do Piauí em Bsb ;)

Dividi o quarto com a Najla, e, seja quem fez essas divisões de quarto, acertou na mosca: eu e Najla tínhamos as menores bagagens da viagem, até mesmo menor que mala dos homens. Najla trabalha na TV Antares, e eu já tinha visto ela quando procurei meus concorrentes no Google, confesso. Sim, eu e Najla competíamos na mesma categoria. Algo meio que dormindo com o inimigo, sabe. Envenená-la no café da manhã foi algo que passou rapidamente pela minha cabeça, mas aí era tarde: já tinha por ela um apreço.

Interessante perceber que, mesmo morando na mesma cidade, foi preciso ir até Brasília pra me aproximar dessas pessoas. Que coisa maravilhosa a intimidade que as viagens em turma dão, né? Engraçado notar que quem é de tv já acorda ligando uma televisão, né Najla? Eu nem me lembrava mais a última vez que tinha assistido a um noticiário tão cedo. Caímos da cama, na expectativa do prêmio. Que não veio pra nenhuma de nós, snif. Nosso momento foi dar tchauzinho pro Caco Barcellos, que, após conduzir a entrega dos prêmios, comeu o pior atolado de carne de sol da vida dele, numa mesa atrás da nossa. Caco, vem pro Piauí e eu te mostro o que é atolado, dos bons.

Saímos do Sebrae nacional pra bater perna na cidade de Niemeyer. E depois de fazer o trajeto museu de arte - catedral - planalto (Dilma, minha visita fica pra próxima, foi mais legal bater um papo com os índios, amada), fomos pro shopping. E o que toda mulher frustrada faz para se sentir melhor? Compra maquiagem, claro. Achei a "quem disse, berenice?", depois de botar o Raoni doido o shopping inteiro ("mas quem disse, berenice, que essa loja existe mesmo?" RISOS) e quase morro de comprar batom, um mais lindo que o outro. A sorte não tava comigo. Mas me recuso a contar o episódio da raspadinha que a Aline ganhou por motivo de: ferida ainda aberta.



encontrei minha tribo, tchau ;*

Voltei no avião comendo balinha de cereja e ouvindo Vapor Barato.
Tão cansada, mas não pra dizer que desisti. Os pessimistas diriam que foi uma bobagem acreditar que iria vencer. Otimistas, que está na final já é uma vitória. Eu apenas digo que foi feliz, bem feliz.
E que, um dia, eu volto.

3 comentários:

  1. Luana;

    Esse prêmio não foi seu,agora,mas um dia será, ou em Brasília ou em lugares bem mais distante. Continue batalhando por novas conquistas, sempre com fé e coragem. Pode acreditar o que vale é sonhar e sonhar grandes sonhos!

    Muito gostoso seu jeito de escrever e eu vejo um grande futuro lhe aguardando.
    Parabéns! E super beijo;
    Haydée Ferreira.
    www.haydeeferreira.com.br
    haydeeferreira.blogspot.com.br
    Fone: 986) 9981-4502

    ResponderExcluir
  2. Nhoommm nossa viagem resumidamente linda e delicada!! Foi bem isso mesmo!! Adorei te conhecer um pouco mais! E que próximo ano estejamos novamente decolando nesse sonho do nacional!!

    ResponderExcluir
  3. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir