sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O melhor carnaval do mundo

Depois do maior corso de Zé Pereira do mundo (em Teresina, beijos), estou aqui, na cidade brasileira de maior carnaval do mundo. Arrumei uma mochila, juntei uns amigos, peguei um all star velho, comprei porcarias perecíveis pra comer na estrada e vim para Recife.



Com a revista na gráfica e a sensação de dever cumprido, agora é hora de esbóoooornia. Nada melhor do que essa mistura linda de frevo e maracatu no Recife velho e um galo de 9 metros de altura avisando que o carnaval começou. A programação daqui não deixa a desejar, com show todo dia de um monte de gente e uma homenagem a Alceu Valença logo na abertura.

Porém, confesso que minha ansiedade maior está para o carnaval de Olina - primeira capital do Pernambuco, pertinho daqui - Não vejo a hora de está no sobe e desce das ladeiras no meio daqueles bonecos gigantes. Olinda, que aliás, este ano completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade. Olinda, que concentra centenas de blocos e agremiações completando até 100 anos de folia, consolidando assim o mais tradicional carnaval de rua do país. "Olinda, a magia para o mundo": temos sorte de vir para cá quando o tema do carnaval de Olinda é justamente Olinda. Tudo
programado, cê jura.



Mas ao invés de fazer inveja do meu carnaval - que de todo modo, só atinge a quem, como eu, ama a folia de momo - vim foi deixar um recado pra vocês. Neste carnaval, se permita. Pinte o cabelo de rosa, saia pra rua, dance uma marchinha velha, faça guerra de espuma, atire serpentinas, brinde com os amigos, agarre quem você ama. Esse é o espírito da coisa.

Volto na quarta, só as cinzas.
Bom carnaval.

Nenhum comentário:

Postar um comentário